Glauco Viana
sinceramente!!!
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos

Amorosidade Infantil
Hoje acordei com saudades do amor puro de criança,
dos poemas leves de esperança,
da confiança amorosa,
da minha família sem herança.

Acordei querendo que meus sobrinhos não crescessem,
que meus primos não se casassem,
que minha cidade não me abandonaste
que o picolé de abacate não derretesse.

Levantei da cama nostálgico,
com pensamentos acrobáticos,
sensações ora alegria ora saudade,
emoções ora adultas ora infantis.

Dei minha primeira respirada imaginando a amorosidade com fraldas,
os sorrisos de pique pique,
as conversas pela madrugada na praça José Maria de Souza,
a roda gigante do Marcelinho Do Cindor.

Viajei no passado,
lembrei do meu coração não magoado,
da vida em geral sem máculas, sem mágoas, sem lágrimas
Voltei há vinte anos com lágrimas de emoção.

Hoje queria ser adulto amando como criança,
ser grande abraçando como pequeno,
ser menino no corpo de homem,
ser homem com sonhos e amorosidades infantis.
Glauco Viana
Enviado por Glauco Viana em 27/04/2017
Alterado em 27/04/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários